Posts Marcados Com: cheiro

Perfumes: poder concentrado

Falei sobre a pirâmide olfativa aqui e fazia tempo que não falava sobre perfumes. Hoje falarei um pouco sobre a classificação dos perfumes de acordo com a sua concentração.

O que define a força de um perfume é, basicamente, a composição de matérias-primas usadas em sua concepção. Se levarmos ao pé da letra, a palavra perfume aplica-se somente ao tipo de composição com a mais alta proporção de extrato aromático e com o menor teor de álcool possível. As outras combinações quase sempre levam um pouco de água na fórmula. Dessa forma, utilizamos as seguintes nomenclaturas, de acordo com a variação da concentração:

Classificação dos Perfumes

Denominação Extrato
Parfum (Perfume, Extrato) 15 a 35%
Eau de Parfum ou Parfum de Toilette 10 a 18%
Eau de Toilette (Água de Toalete) 5 a 10%
Eau de Cologne (Água de Colônia) 3 a 5%
Splash (Deo Colônia) até 3%

Fonte: Guia de Perfumes, 2008

Longa Duração

É comum ouvir falar sobre a fixação de um perfume, se este que persiste – ou não – por várias horas. Mas esse efeito não é mérito de um agente fixador, como muitos acreditam. Na verdade, a fixação se deve às notas de fundo (ou de base – que eu expliquei aqui), que são ingredientes mais densos e persistentes, capazes de atuar na composição de modo a proporcionar uma difusão mais lenta. Além disso, quanto melhor a matéria-prima utilizada, certamente mais lenta será sua difusão.

Quem também é apaixonado por perfumes?

Beijos e espero que tenham gostado!

Anúncios
Categorias: Beleza na Mesa, sim! | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Obsessão da vida: Perfumes!

Sou um tanto (na verdade, muito) obcecada por perfumes: não tem nada melhor do que gente cheirosa! E acredito que os perfumes digam muito sobre nós, em diferentes ocasiões. Saber escolher um perfume que tenha o efeito que você deseja e combine com você é uma pequena arte. Preparei essa nova sessão para que vocês possam entender um pouco mais sobre esses queridinhos.

Para começar, é interessante entender sobre as notas de um perfume, que caracterizam sua estrutura:

Já repararam que ao provar um perfume numa loja, o cheiro ao espirrar é diferente do cheiro que fica na pele alguns minutos depois? E passadas algumas horas, este modifica novamente, certo? Isso ocorre porque o perfume se desprende da pele num processo progressivo de evaporação, sofrendo uma série de mudanças sutis e harmoniosas. Essas mudanças são chamadas de “notas” e são classificadas em três momentos:

Notas de saída, ou de cabeça:

Normalmente as mais frescas, representam a primeira impressão da fragrância. Por serem as substâncias mais voláteis, essas notas fogem do frasco quando o abrimos, indo diretamente para as narinas e durando apenas poucos segundos.

Notas de corpo ou de coração:

Dão seqüência às notas de saída, quando o perfume já está aplicado na pele. São chamadas “notas de corpo” por expressarem o tema principal da fragrância, ou seja: a personalidade do perfume. São menos voláteis e mais encorpadas, como as de flores, folhas e especiarias.

Notas de base, ou de fundo:

As notas mais densas de um perfume. Contém ingredientes que evaporam lentamente, o que as torna o último acorde a ser percebido. Costumam ser elaboradas com resinas, madeiras ou de origem animal.

Muita gente não sabe, mas não existe um “agente fixador” que ajude para que o perfume dure mais na pele. Isso depende apenas da qualidade da matéria-prima utilizada e principalmente, das notas de base, uma vez que essas permanecerão por mais tempo do que as outras em nossa pele.

E aí, gostaram?

Beijos e até a próxima!

Categorias: Beleza na Mesa, sim! | Tags: , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.